Botequim ordinário, onde se vendia o café a dez reis cada xícara.

18
Abr 11

A já muito antiga feira do terceiro domingo de Abril, que desde há alguns anos se passou a efectuar no domingo de Ramos, aconteceu ontem. Demonstração cabal do estado desta Terra. Presença em grande quantidade de feirantes, que se espalhavam pelos locais habituais, campo da feira, praça, largo dos bombeiros, igreja. Não faltaram as máquinas agricolas e as barracas das farturas e dos frangos. Visitantes, porém, eram escassos. Todo este esforço e sacrifício financeiro por parte dos vendedores não teve compensação, dada a presença diminuta de público. Não parecia um domingo de feira. O mercado dominical de Mouriscas envolve mais gente do que a Feira dos Ramos de ontem. Ao que esta Terra chegou.

 

Tiago Paisana

publicado por Café de Lepes às 20:02

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
13

17
19
21

26
28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

GERÊNCIA
Carlos Canas * David Pires * Julião Mora * Marco Almeida* Mário Aleixo * Tiago Paisana * Tomás Salavisa
blogs SAPO