Botequim ordinário, onde se vendia o café a dez reis cada xícara.

25
Ago 11

Uma tarde destas quente como a fornalha de um comboio a carvão entrei na minha velha escola primária, Que saudades, Já lá não encontrei as carteiras apenas o quadro preto, Fui admirar os objectos muito velhos, Mais do que eu, Mas importantes para os meus avós e bisavós, Adorei,  Quando estiverem chateados na esplanada do cine bar porque a companhia tem mau hálito levantem-se andem um pouco e entrem na escola primária, Garanto-vos que vão gostar, Especialmente da telefonia

 

Mário Aleixo 

publicado por Café de Lepes às 00:26

Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
16
17
18
20

21

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

GERÊNCIA
Carlos Canas * David Pires * Julião Mora * Marco Almeida* Mário Aleixo * Tiago Paisana * Tomás Salavisa
blogs SAPO