Botequim ordinário, onde se vendia o café a dez reis cada xícara.

16
Abr 11

O médico que P.P. Coelho escolheu para número um da lista dos sociais-democratas pelo distrito de Lisboa, afirmou, recentemente, não vir a desempehar as funções de deputado se não fôr eleito pelos seus pares para presidente da Assembleia da República. Cabe aqui referir que a votação não é pelo sistema de braço no ar, mas por voto secreto, o que permite, desde já, a hipótese de não ser eleito, para além, do que é fundamental, não se conhecerem antecipadamente os resultados da eleição de Junho. Na cabeça deste João Semana fervilham sempre muitas ideias, já o conhecemos da recente campanha presidencial. O comportamente do clínico faz-nos criar muitas dúvidas a respeito do seu carácter. E daí levantarem-se incertezas relativamente à AMI-Portugal, de que Fenando Nobre é o principal rosto. Alguém sabe como funciona essa instituição, já alguma vez foi escrutinada a sua actividade. Informa-se na comunicação social que partiu uma missão para o país x, para o país y, composta por tantos médicos e tantos enfermeiros, mas não se conhecem os apoios, os financiamentos, em suma, quem paga o quê e quanto. Seria interessante no momento em que o seu fundador em Portugal tem sobre si dirigidos muitos focos, se soubesse mais da ONG que dirige.

 

David Pires 

publicado por Café de Lepes às 01:13

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

12
13

17
19
21

26
28
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

GERÊNCIA
Carlos Canas * David Pires * Julião Mora * Marco Almeida* Mário Aleixo * Tiago Paisana * Tomás Salavisa
blogs SAPO