Botequim ordinário, onde se vendia o café a dez reis cada xícara.

30
Set 11

A terceira feira de artesanato efectuou-se no último sábado, A iniciativa é louvável, Anima esta terra quase na agonia, Mas como os visitantes são cada vez menos também os artesãos vão diminuindo, Melhor será fazer-se uma pausa para imaginar novos moldes de organização.

 

Mário Aleixo

publicado por Café de Lepes às 22:30
|  O que é? | favorito

27
Set 11

CONHECEDOR DE VENTOS

 

Conhecedor de ventos

deito-me no areal em pijama azul

e nada me interessa

que cheio de regressos

estejam os navios

como sempre metálicos

imóveis

deselegantes.

 

Selecção de Poemas - Tomás Salavisa

publicado por Café de Lepes às 00:40
|  O que é? | favorito

26
Set 11

Através de um comunicado da Associação de Futebol de Santarém tomou-se conhecimento que a ADM desistiu de participar nos campeonatos distritais de juniores e iniciados, ambos da I divisão. O organismo que tutela o futebol no nosso distrito aplicou uma multa de 150 euros ao clube maçaense por desistência de participação nos referidos campeonatos. A autarquia tem concedido anualmente ao nosso mais representativo clube de futebol uma verba bastante significativa, precisamente destinada a apoiar o futebol de formação. Será que devido à crise, que a todos afecta, não foi possível disponibilizar qualquer subsídio para aquele fim. São de lamentar estas desistências porquanto a ADM tem já na sua história um importante contributo dado ao futebol das camadas jovens.

 

Carlos Canas

publicado por Café de Lepes às 00:17
|  O que é? | favorito

23
Set 11

É já amanhã

Sábado 24 de setembro

No jardim do largo dos bombeiros

Funciona das

10 às 19 horas

Vá fazer uma visita

Se lhe agradar

Compre uma peça

Os nossos artesãos

Agradecem

 

Marco Almeida

publicado por Café de Lepes às 00:31
|  O que é? | favorito

22
Set 11

COMPAIXÃO

 

Vi pela primeira vez o mar

era muito difícil frente a mim

compreender esse território absoluto

falámos só de coisas inúteis

e o mundo inteiro se escondia

 

somos novos. Lemos nos olhos fechados

precauções, derrotas, recusas

quando a intimidade sugere

a maior compaixão

 

Selecção de Poemas - Tomás Salavisa

publicado por Café de Lepes às 11:56
|  O que é? | favorito

21
Set 11

Esteve

Muito bem

Na entrevista à rtp

Sobre as contas

Da ilha da madeira

Disse o suficiente

Foi claro

Criticou

A ocultação

De dívidas

E afirmou

Não fará

Campanha eleitoral

Na ram

Impostos

Tgv

Foi claro

Os portugueses

Ficaram esclarecidos

 

Marco Almeida

 

 

 

publicado por Café de Lepes às 00:08
|  O que é? | favorito

20
Set 11

A autarquia desta Terra assinou um contrato de prestação de serviços de natureza técnica com a empresa M. Matos Oliveira, Lda., sedeada na Praça Gago Coutinho, 8, 6120 - 734, no valor de 9.000 euros anuais, acrescidos de IVA. Já em 2010 havia sido efectuado um contrato idêntico pelo valor de 10.800 euros por ano, mais IVA. Soube-se que os serviços contratados se referem à área de consultoria florestal, nomeadamente, acompanhamento e apoio na formação profissional proporcionada pelo Cenfic; projectos referentes a energias alternativas; prevenção rodoviária e outras áreas, desde que solicitado. Tudo muito estranho e confuso. Mas ficamos ainda mais estranhos e confusos ao consultarmos a ficha da sociedade M. Matos Oliveira, Lda., no site da Informa D & B, uma empresa de informação financeira,  e verificamos que a sua actividade é prática médica de clínica especializada em ambulatório.  Talvez a nossa estranheza e confusão se dissipe quando soubermos que um dos sócios da empresa contratada é o Eng. técnico agrário António Manuel Matos Oliveira, bem conhecido nesta Terra.

 

Tiago Paisana

publicado por Café de Lepes às 01:10
|  O que é? | favorito

19
Set 11

Leio os jornais do dia como já aqui afirmei. Hoje entregaram-me o boletim Informação Verde Horizonte de Fevereiro-Março-Abril-2011. Coloquei-o num desses pequenos contentores de aço inoxidável que por aí existem.

 

Julião Mora

publicado por Café de Lepes às 00:37
|  O que é? | favorito

17
Set 11

Antigo presidente da

Câmara

Morreu

Deixou uma obra

Muito importante

Feita nos anos

Em que nos governou

Como primeira

Homenagem

Deixo uma sugestão

Aqui

Dar o seu nome

Ao jardim do largo dos bombeiros

Uma criação

Deste pequeno

Mas grande homem

Como ficou demonstrado

Pelas pessoas

Que o acompanharam

À última morada

 

Marco Almeida

publicado por Café de Lepes às 22:49
|  O que é? | favorito

16
Set 11

DECEPÇÃO À REGRA

 

Sentar-me e

ver os outros passar é o

meu exercício favorito. Entretém.

Não esgota.

É gratuito. Neste meu jogo-do-não

são os outros que passam

(é aos outros que reservo a tarefa

de passar). Lavo daí os pés.

Escrevo de dentro da vida.

Pode até parecer que assim não

chego a lugar algum mas também quem

é que quer ir

ao sítio dos outros?

 

Selecção de Poemas - Tomás Salavisa

publicado por Café de Lepes às 23:30
|  O que é? | favorito

15
Set 11

(PASSAGEM DE PEÕES)

 

À vinda do supermercado

diz-me o pequeno monstro

que às vezes me faz companhia:

"E qual é a tua razão de ser?"

 

Na rua, a tarde rola devagar

entre prédios murchos  - e ele

acrescenta: "não me digas

que são os versos."

 

E ri-se

 

Selecção de Poemas - Tomás Salavisa

publicado por Café de Lepes às 23:47
|  O que é? | favorito

14
Set 11

VILANCETE

 

Lágrimas dirão por mim,

Senhora, nesta partida

Em que termos vai a vida.

 

Selecção de Poemas - Tomás Salavisa

publicado por Café de Lepes às 00:28
|  O que é? | favorito

13
Set 11

O homem está dobrado sobre a mesa,

as palmas das maos presas ao tampo,

 

a morte na nuca.

 

Em redor as mulheres delimitam a casa,

são os pulsos da casa,

 

e há um silêncio como uma pedra rasgada.

 

Mas hão-de apagar-se as mulheres

primeiro que o fogo.

 

Selecção de Poemas - Tomás Salavisa

publicado por Café de Lepes às 00:27
|  O que é? | favorito

12
Set 11

EXPLICAÇÃO DO POETA

 

Pousa devagar a enxada sobre o ombro

Já cavou muito silêncio

 

Como punhal brilha em sua costas

A lâmina contra o cansaço

 

Selecção de Poemas - Tomás Salavisa

publicado por Café de Lepes às 00:27
|  O que é? | favorito

11
Set 11

Parece que o tiro está a sair pela culatra. Verifica-se uma acentuada quebra de receitas na cobrança de portagens nas antigas SCUTs e as elevadas compensações que o Estado paga às concessionárias fazem surgir dúvidas sobre a aplicação do novo modelo. Segundo dados agora divulgados há ex-SCUTs no norte em que se observa uma quebra de 50% no tráfego após a entrada em vigor do pagamento de portagens. A A23 será portajada este mês, conforme o previsto. Iremos observar a fuga dos automobilistas para a antiga estrada Penhascoso, Mouriscas, Alferrarede?

 

Tiago Paisana

publicado por Café de Lepes às 00:26
|  O que é? | favorito

10
Set 11

A IMPRECISA MELANCOLIA

 

Nada o distrairia

nessa procura, disse.

este o recado

da contingência:

 

Era verão e fazia

muito calor.

Saía cedo, cortando

a passos lentos

a sombra das 9.30.

 

Caminhar até à vertiginosa

 

queda dos poentes.

 

Assinalar uma cinza,

 

 

a imprecisa melancolia

 

Selecção de Poemas - Tomás Salavisa

publicado por Café de Lepes às 00:24
|  O que é? | favorito

09
Set 11

Segundo o Jornal de Notícias, citando dados de 2010 da Direcção-Geral das Autarquias Locais,  24 câmaras encontram-se à beira da ruptura financeira. Como é possível que Fornos de Algodres apresente uma dívida equivalente a 547% das receitas correntes. As autarquias não mantêm sistemas de autocontrolo financeiro? A D-G.AL não efectua qualquer controlo sobre a gestão financeiras das câmaras? Este país está completamente louco.

 

David Pires 

publicado por Café de Lepes às 00:23
|  O que é? | favorito

08
Set 11

gritamos em erupção

persuadidas pelo ventre que

nos imagina os filhos, e

recebemos o silêncio pênsil dessa

angústia, com o corpo muito

só e em redor da casa, o

chão da cozinha ainda

húmido, as portas abertas por

onde a aragem da tarde

cata a nossa voz e empurra

as vizinhas

 

Selecção de Poemas - Tomás Salavisa

publicado por Café de Lepes às 00:22
|  O que é? | favorito

07
Set 11

É do conhecimento público que o governo já procedeu a 769 nomeações, entre assessores, secretários, motoristas, etc., etc.. Só Miguel Relvas leva a seu crédito 65 nomeados. A sua posição no aparelho do partido que apoia maioritariamente o governo a isso obriga, é preciso controlar tudo e todos. E certamente que não se ficará por estes números. Por banda do CDS, Assunção Cristas teve o cuidado de acolher sob o grande chapéu dos ministérios que gere, muita gente centrista que impeça o PSD por si só de recolher as benesses que a governança carreia para os partidos. Constata-se que, em tão pouco tempo, os partidos agora no poder foram mais mãos largas a contratar gente do que José Sócrates. Para quem anunciava tantas medidas de austeridade é no mínimo estranho.

 

David Pires

publicado por Café de Lepes às 00:20
|  O que é? | favorito

06
Set 11

INICIAÇÃO

 

Entre pedras afiadas,

a janela por abrir,

Alguém o acompanha

 

aos recados da manhã:

sal 12 pães 1 kg de maçãs

fósforos canela.

 

Ao sair da mercearia,

roubaram-lhe os pedais da bicicleta,

a roda de orações.

 

Mãe, quis saber

quem tomou conta de mim

quando eras pequenina?

 

Selecção de Poemas - Tomás Salavisa

 

 

publicado por Café de Lepes às 00:19
|  O que é? | favorito

05
Set 11

As minhas pernas não me levaram ao cerejal, Talvez porque o cartaz não seduzia, Não há portanto crítica 

 

Mário Aleixo

publicado por Café de Lepes às 00:35
|  O que é? | favorito

04
Set 11

Mais bem composto o cerejal, Mas nada que se pudesse comparar aos tempos idos, Os fourever esforçavam-se mas a malta não correspondia, A patrícia belém e o guilherme azevedo não chegaram a entusiasmar, Abalei mais cedo do que tarde

 

Mário Aleixo 

publicado por Café de Lepes às 17:54
|  O que é? | favorito

Onde não há gente é difícil que qualquer iniciativa tenha sucesso por mais louvável que seja. Foi o caso desta Feira de Velharias que ontem se realizou. O local foi bem escolhido à sombra da Matriz. Mas a receptividade foi reduzida, quer de vendedores quer de compradores. Vendedores muito poucos e com velharias de mediano interesse. Compradores ou curiosos também em pequeno número. Louve-se a iniciativa. Mas terá pernas para prosseguir, essa a dúvida que permanece face ao que ocorreu ontem.

 

Tiago Paisana

publicado por Café de Lepes às 16:49
|  O que é? | favorito

03
Set 11

Noite pouco agradável para festas em descampados, Poucos pouquíssimos festeiros, Programa nada apelativo, Banda império actuando, Bem melhor a imperial, Esta festa já teve a sua época

 

Mário Aleixo

publicado por Café de Lepes às 23:49
|  O que é? | favorito

02
Set 11

Chegou-me agora às mãos o último (?) trabalho de Ricardo Cabrita Tágide - Um Poema a Constância. Em poucas páginas, este artista notável da BD, desenvolve a história da povoação que começou por se chamar Pugna Tage, mais tarde denominada Punhete e elevada à categoria de vila em 1571 por D. Sebastião, quando por lá permaneceu fugido à peste que grassava em Lisboa. Viria a receber o seu definitivo nome, em 1836, por decreto de D. Maria II, que a nomeou notável villa de Constância, como corolário das lutas que desenvolveu contra os invasores franceses e mais tarde ao lado dos liberais contra os absolutistas. Neste pequeno álbum ainda existe espaço para uma referência à passagem de Luís de Camões por Punhete e, para sua lembrança, a existência em Constância do jardim-horto e da Casa-Memória. Uma interessante obra cuja edição é da responsabilidade da Câmara Municipal de Constância com o apoio de várias instituições distritais. O texto, curiosamente em verso, é também de autoria de Ricardo Cabrita.

 

Carlos Canas 

publicado por Café de Lepes às 12:34
|  O que é? | favorito

01
Set 11

Sábado 27 de agosto, Largo dos bombeiros voluntários, Muitos artesãos mais de uma dúzia e poucos visitantes, Mas mais do que na estreia, Os artesãos no balanço ao final do dia lamentavam-se pelas poucas vendas efectuadas, Somos condicionados por essa palavra horrorosa crise, Faltam euros para as coisas supérfluas, A actuação do grupo de cantares da serra pouco ajudou

 

Mário Aleixo

publicado por Café de Lepes às 00:05
|  O que é? | favorito

Setembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


18
24

25
28
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

GERÊNCIA
Carlos Canas * David Pires * Julião Mora * Marco Almeida* Mário Aleixo * Tiago Paisana * Tomás Salavisa
blogs SAPO